Do Porto até Fátima pela Costa da Prata

Saímos do Porto, uma vez que a viagem de Famalicão até à cidade Invicta pela EN13 é perigosa e desinteressante.

Viajamos no primeiro comboio de Famalicão para o Porto sem qualquer percalço. Poucos minutos depois das 6 horas, estávamos a pedalar no percurso que segue pela marginal de Gaia junto ao Rio Douro. O objetivo seria seguir sempre que possível a EN 109, a Estrada da Costa da Prata, que se inicia em Miramar e termina em Leiria.

Contudo, em Esmoriz decidimos virar e seguir em direção ao Furadouro, seguindo a Ecopista do Atlântico, mesmo junto a uma fantástica estrada florestal. Apesar dos quilómetros que íamos fazer a mais no trajeto planeado, este troço é sem dúvida um convite ao cicloturismo! Poucos automóveis a circular e muita sombra.

Ecovia do Atlântico
Ecopista do Atlântico

O vento estava de frente e isso condicionava muito o nosso andamento. Sempre que possível aproveitamos a roda de outros grupos de estrada que surgiam pelo caminho e recuperávamos alguma energia despendida. O piso do trajeto nem sempre estava em boas condições para uma bicicleta de estrada. E algumas zonas registam algum tráfego, ainda assim longe da abundância de trânsito que sentimos na nossa região.

O alcatrão saturado na zona da Tocha
O alcatrão saturado na zona da Tocha
Chegada à Figueira da Foz
Chegada à Figueira da Foz

Ao longo deste percurso cruzamos localidades pertencentes aos concelhos de Gaia, Espinho, Ovar, Estarreja, Aveiro, Ílhavo, Vagos, Mira, Tocha, Figueira da Foz, Pombal e Leiria. Percebemos, ainda, que algumas zonas do litoral estão desertificadas e esquecidas pelo governo central. Mas, ainda assim, este trajeto é um excelente cartão de visita do litoral de Portugal e como tal não podemos deixar de o recomendar nesta pequena crónica.

As dificuldades do percurso centraram-se especialmente em duas zonas de subida: junto a Quiaios às portas da Figueira da Foz onde paramos para almoçar e a partir de Leiria nos restantes 25 quilómetros deste percurso, onde a falta de água (e o cansaço) acabou por nos desgastar até à chegada ao Santuário de Nossa Senhora de Fátima!

Powered by Wikiloc

 

Informações do percurso:

Distância: 217 quilómetros

Ganho elevação: 1600 m

Tempo em movimento: 8 horas e 30 minutos

Velocidade média: 26 km/h

Temperatura média: 24 ºC (máx. 34 ºC)

 

Track disponível no Wikiloc

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.